Melhores Práticas

Como traduzir do inglês para o português de forma mais precisa

A língua portuguesa tem particularidades que dificultam a tradução, veja alguns cuidados necessários para traduzir do inglês para o português com maior precisão.
Gabriel Polycarpo
25 min

Peculiaridades da Língua Portuguesa

Traduzir é, por si só, um desafio para qualquer tradutor. E sempre será, especialmente para aqueles que estão traduzindo para o português. Isso ocorre devido às peculiaridades da língua portuguesa: gramática complexa, ampla variedade de vocabulário, variantes, muitos dialetos, aspectos culturais intrínsecos e dinamicidade da língua.

Influências sobre a Língua Portuguesa que afetam a tradução do inglês

O português é uma língua românica, o que significa que ela se originou do latim, mais especificamente do latim vulgar ou coloquial. Foi grandemente influenciado pela língua árabe, devido às expansões muçulmanas na Península Ibérica que começaram no século VIII e duraram pelo menos 800 anos com os povos árabes na região.

Além disso, o português também recebeu alguma influência do grego, assim como dos povos indígenas no caso do Brasil.
Por causa disso, o português é uma língua rica em vocabulário e gramática, com uma ampla gama de nuances semânticas, sendo assim, traduzir para o portugês não é uma tarefa tão fácil.

O Boom da Internet

O período de boom tecnológico, que começou em 1995, foi fundamental para a influência da língua inglesa em muitas culturas ao redor do mundo, essa influência também ocorreu do inglês para o português. Muitas palavras como 'web', 'e-mail', 'internet', 'download', 'design' e 'login' agora fazem parte da língua portuguesa.

Reforma Ortográfica da Língua Portuguesa

Em 1º de janeiro de 2009, buscando unificar a ortografia entre as variantes brasileira e europeia, um acordo foi colocado em prática. Algumas das mudanças incluíram a abolição do trema (aqueles dois pontinhos sobre a letra 'u' em algumas palavras), abolição do acento circunflexo (^) e do acento agudo (´) em alguns casos.

Como tradutor, ao traduzir do inglês para o português, você vai querer se certificar de manter a ortografia correta das palavras. Se você não tem certeza de como uma palavra é escrita, Volp - Vocabulário Oficial da Língua Portuguesa é um ótimo recurso.

Volp

O Vocabulário Oficial da Língua Portuguesa é responsável por fornecer a grafia correta das palavras em português brasileiro. Sempre que estiver em dúvida, consulte Volp.

Palavras Estrangeiras e Itálico

Tanto em inglês quanto em português, palavras e frases estrangeiras que são desconhecidas devem ser colocadas em itálico.

Porque as línguas são dinâmicas, uma palavra considerada desconhecida em um determinado momento pode se tornar "familiar" em breve e o uso de itálico para destacá-la pode cair em desuso.

É importante estar ciente das tendências e dos caminhos que as palavras estão seguindo.

‍Palavras em inglês com novos significados ao serem traduzidas de inglês para português

Em português, especialmente no português brasileiro, palavras em inglês que entraram no idioma adquiriram novos significados ou estão sendo usadas com significados diferentes de suas contrapartes. Veja os exemplos abaixo:

As línguas são dinâmicas, ou seja, estão em constante mudança. Muito frequentemente, o que acontece é que uma palavra que antes estava presente em um idioma pode ter sido substituída por um novo termo, enquanto o idioma que herdou a palavra nunca a substituiu.

Ao usar palavras em inglês em português, certifique-se de que elas transmitam o significado que você pretende.

Os casos dos 'smoking jackets' e dos 'outdoor'

Os smoking jackets eram casacos projetados para serem usados enquanto – literalmente – fumando. Eles eram muito populares entre a aristocracia da Europa do século XIX e continuaram populares ao longo dos séculos, adquirindo novos nomes e usos. A palavra ainda é usada na Europa continental com o significado de 'smoking' ou 'paletó de jantar' (não confundir com um 'fraque', que em português é um tipo de casaco).

'Outdoor' provavelmente é uma abreviação de "publicidade externa". No entanto, apenas a primeira parte, "outdoor", é usada em português. Algumas das palavras acima também são usadas em Português Europeu, como é o caso de 'outdoor' e 'smoking'.

O perigo dos cognatos parciais na tradução de inglês para português

Frequentemente ouvimos falar sobre cognatos e falsos cognatos, mas geralmente não ouvimos falar sobre cognatos parciais.

Cognatos parciais são palavras que não são 100% cognatos verdadeiros, elas são muito próximas em significado, mas com diferenças sutis. Em alguns casos, a diferença é tão sutil que até mesmo o tradutor mais experiente poderia perder as nuances sutis na tradução.

Cognatos parciais podem ter mais de um significado tanto no idioma de origem quanto no idioma de destino, afetando negativamente a tradução se o termo incorreto for usado na tradução.

Podemos ver abaixo alguns exemplos entre inglês e português brasileiro:

É importante mencionar que cognatos parciais menos comumente usados, como 'sacrossanto', podem passar completamente despercebidos por tradutores menos experientes.

Quando uma palavra é traduzida de várias maneiras diferentes no idioma de destino

Sempre que houver várias possibilidades de tradução para uma determinada palavra, não importa qual palavra você escolha, isso terá um impacto na qualidade da tradução para português.

Nem sempre as palavras em inglês terão uma equivalente no português. Às vezes, existem várias opções para uma determinada palavra. Tomar uma decisão errada pode afetar negativamente sua tradução. Por exemplo:

'Cachorro' ou 'Cão'?

Ambos termos se traduzem como cachorro em inglês. Apenas a palavra 'cachorro' pode descrever um cachorro em inglês. Podemos usar as palavras 'filhote' ou 'cachorrinho', mas isso afetará o significado da palavra, já que um filhote é um cachorro jovem. O termo 'hound' pode ser usado, mas novamente, um hound é um tipo especial de cachorro, um de caça.

Em português, existem, pelo menos, dois termos para a palavra 'dog' = 'cachorro' e 'cão', sendo a palavra 'cachorro' o termo mais amplamente usado em contextos coloquiais. .

É importante mencionar que, para a palavra 'dog', há uma quase perfeita equivalência entre o inglês e português europeu:

  • Cão = cão 
  • Cachorro, cachorrinho = cachorro, cachorrinho


Uma cadela é chamada de ‘cadela’ tanto no português brasileiro quanto no português europeu.

Os filhotes de qualquer espécie de animal são conhecidos em português como 'filhotes'.

Diminutivos

O sufixo ‘inho’ (às vezes ‘zinho’) transmite a ideia de uma versão menos intensa, menor do objeto/animal/adjetivo, ou dá um sabor mais afetuoso a ele. Por exemplo:

  • bonito = bonito
  • bonitinho = fofo, doce, bonitinho

Também podemos adicionar o sufixo 'zinho' a 'cão' ('cãozinho'). Isso seria traduzido como 'cachorrinho', 'cachorrão', 'cachorrinho pequeno' ou até mesmo 'cachorrinho fofo'. Uma jovem cadela seria chamada de 'cadelinha' ou 'cachorrinha'.

Outras versões menos comumente usadas podem ser encontradas em português, como 'doguinho'.

As variantes regionais podem preferir um termo em vez de outro, então é sempre importante ter em mente quem são seus leitores, especialmente ao lidar com localização e português literário.

A Dificuldade de Traduzir a Palavra 'Você'

A palavra 'você' é um dos termos mais básicos da língua inglesa, mas também um dos mais difíceis de traduzir. Isso ocorre porque muitos termos são traduzidos como 'you' em português, ou seja, 'tu', 'você'/'vocês', 'cê', 'cês', 'vós', 'o senhor'/'os senhores', 'a senhora'/'as senhoras', entre outros termos.

Cada uma dessas palavras tem diferentes usos dependendo do contexto histórico e das variantes dialetais.

No Brasil:

Tu = usado em alguns estados como Rio Grande do Sul. Ao se dirigir a mais de uma pessoa, utiliza-se 'vocês'.

Você = muito comum em estados como São Paulo.

= uma versão reduzida e muito informal de "você", usada na fala coloquial nos estados que utilizam "você". “Cês” é a forma plural de “cê”. Esses nunca devem ser usados em contextos formais.

O senhor/a senhora = uma forma respeitosa de se dirigir a uma pessoa mais velha. O uso de 'tu' ou 'você' ao se dirigir a pessoas mais velhas é considerado impolite no Brasil.

Vós = encontrado com mais frequência em contextos históricos ou religiosos. É um termo muito formal. A versão no plural de 'vós' é 'vós' (ou 'vós outros', quando enfatizando a oposição entre o falante e a outra parte).

Nota: alguns estados no Brasil usam tanto 'tu' quanto 'você/vocês'. Em inglês, a forma plural 'vocês' pode ser traduzida como 'you', 'you guys', 'you all/y'all' (sul dos EUA), 'you boys/girls', 'you both' (quando se refere a duas pessoas), 'you lot' (BrE), etc.

'Você' em Portugal

Em geral, 'tu' tende a ser a forma como as pessoas se dirigem a outras de idade semelhante, enquanto 'você' tende a refletir um tratamento superior-inferior, e 'o senhor/a senhora' é a forma correta de se dirigir a pessoas mais velhas. No entanto, isso não é uma regra fixa, e diferentes dialetos podem discordar em termos do nível de formalidade/informalidade desses termos. Em alguns dialetos regionais do norte de Portugal, a palavra 'vós' é utilizada.

Sempre que traduzir a palavra "you", certifique-se de saber quem é seu público, para não tomar uma decisão infeliz.

Números e Símbolos

Milhares

Em inglês, ao escrever números acima de 999, como 1.000, uma vírgula é colocada a cada terceiro dígito (separador de milhares). 

No entanto, ao traduzir para português, utilizamos um ponto em vez disso. Por exemplo: 1.000. 

Isso geralmente é usado apenas ao expressar quantidades. Um ponto não aparecerá nos números das casas, por exemplo.

Séculos

Ao traduzir do inglês para português, em séculos use sempre algarismos romanos. Por exemplo:

  • Sec. XVII = o século XVII

Símbolo de dinheiro

Em inglês, não é adicionado um espaço entre o símbolo de dinheiro e o numeral, por exemplo: US$100.55. Em português, adicione um espaço entre o símbolo monetário e o numeral: R$ 100,55.


Tempo

Ao expressar o tempo em português, é importante mencionar que tanto o Brasil quanto Portugal utilizam o relógio de 24 horas. Por exemplo:

Observação: em linguagem informal, 14h30 será lido como 'duas e meia'.


Colocações

Colocação refere-se à justaposição natural de palavras e termos. Por exemplo, dizemos 'faca e garfo', não 'garfo e faca' (embora este último não seja tecnicamente incorreto do ponto de vista gramatical).

Existem muitos termos que aparecerão na ordem inversa de seus equivalentes entre inglês e português. Veja os exemplos abaixo:

Colocações incluem: verbos que são usados com certos verbos, adjetivos que combinam com certos substantivos, verbos e expressões com preposições, entre outros.

Mais exemplos: ‘uma refeição rápida’ (não ‘uma refeição rápida’), comida rápida (não ‘comida rápida’), uma salva de palmas, chorar copiosamente, etc.

Isso pode afetar significativamente a qualidade da sua tradução para português.

Mudar a ordem das palavras pode significar uma mudança de sentido

Em português, ao mudar a ordem dos termos, você pode acabar mudando o sentido da sua afirmação. Por exemplo:

Diferenças de vocabulário entre o português europeu e o português brasileiro

O português brasileiro e o português europeu diferem não apenas na gramática, mas especialmente no vocabulário. Veja os exemplos abaixo:

Variações regionais:

Diferentes regiões dentro de um país podem adotar termos diferentes para a mesma palavra. Por exemplo:

  • Tangerine: tangerina, bergamota, vergamota, laranja-cravo, mexerica, mimosa, poncã, entre outros.

  • Cassava: mandioca, aipim, macaxeira, castelinha, maniva, entre outros.


Sempre ao localizar um texto ou tradução, é importante garantir que o termo correto que ressoará com determinado público seja utilizado, sempre levando em consideração registro e estilo.

Nomes de Países, Cidades e Pessoas

Muitos nomes de países, cidades e pessoas têm sua própria versão em português, da mesma forma que acontece em inglês. Por exemplo: ‘Veneza’ (cidade na Itália) em italiano, ‘Venice’ em inglês e ‘Veneza’ em português.

Ao traduzir para o português, é muito importante verificar os dicionários ao traduzir nomes de cidades, regiões e países.

Nomes de países em inglês e português

Nomes de cidades em inglês e português

Nomes históricos de pessoas em inglês e português

Nomes históricos em inglês também têm sua versão em português. É o caso de reis e rainhas famosos, filósofos, marinheiros, guerreiros, personagens bíblicos e outros personagens de relevância histórica.

Nomes bíblicos também possuem suas próprias versões únicas na tradução para português:

Glossários, TMs e Sistemas de Gerenciamento de Terminologia lhe ajudarão na tradução para o português

Glossários, memórias de tradução (TMs) e sistemas de gerenciamento de terminologia são os melhores amigos dos tradutores, pois ajudam a encontrar traduções precisas para palavras específicas no idioma de destino, ao mesmo tempo em que economizam tempo e garantem consistência. 

Um glossário pode ser definido como uma compilação de termos em um campo específico do conhecimento, como médico, botânico, engenharia civil, etc.

No campo da tradução, é comum que os tradutores criem glossários de termos-chave em ferramentas CAT (softwares assistidos por computador) para serem usados em projetos de tradução. Esses bancos de dados são gerenciados por sistemas de gerenciamento de terminologia.

Em uma ferramenta CAT, memórias de tradução ajudam os tradutores a economizar tempo, ao mesmo tempo em que ajudam a entregar traduções consistentes.

Palavras Finais

A complexidade da língua portuguesa pode representar grandes desafios para os tradutores, especialmente para os tradutores menos experientes.

Quando estiver em dúvida, é importante consultar guias de estilo, dicionários, glossários especializados e recursos como o Vocabulário Oficial da Língua Portuguesa.

Além disso, é de suma importância ter um sistema de gerenciamento de tradução poderoso.

O sistema de gerenciamento de tradução de ponta do Bureau Work garante consistência linguística por meio de sua tecnologia sofisticada, enquanto seu sistema de IA integrado fornece versões de tradução alternativas e destaca possíveis erros semânticos.

Otimize seu fluxo de trabalho, garanta precisão e economize tempo com Bureau Works.

Experimente a Bureau Works gratuitamente por 14 dias.

Integração com ChatGPT
Comece agora mesmo
Os primeiros 14 dias são por nossa conta
Suporte básico gratuito